Scroll Top

Saúde

Como evitar a depressão do idoso?

O IBGE aponta que 11% das pessoas depressivas no mundo são idosas. Esse é um dado preocupante, porque mostra a fragilidade desse momento da vida. Nessa hora o apoio da família é essencial. Então, saiba como evitar a de depressão [...]

O IBGE aponta que 11% das pessoas depressivas no mundo são idosas. Esse é um dado preocupante, porque mostra a fragilidade desse momento da vida. Nessa hora o apoio da família é essencial. Então, saiba como evitar a de depressão do idoso.

Com a prevenção é possível eliminar os riscos do surgimento desse problema. Além disso, mesmo que o idoso já esteja depressivo há como reverter o caso. Basta recorrer à ajuda dos profissionais de saúde, como o psicólogo e utilizar as medidas preventivas. Confira mais sobre o assunto no decorrer do artigo.

O que é ser saudável depois dos 60?

De acordo com o Ministério da Saúde, ser saudável significa adotar fatores globais de vida. Ou seja, ter saúde na esfera física, emocional e social. Isso é o que ajuda a manter o bem-estar para o idoso. Esses campos incluem:

  • Sua saúde física: ter todas as funções motoras regulares, realizar sua rotina, não estar acometido por alguma doença, praticar atividades físicas etc.;
  • Saúde emocional: não sofrer com algum distúrbio como estresse, depressão, negatividade ou ansiedade, ter uma visão positiva da sua vida atual etc.;
  • Saúde social: fazer atividades em grupo, conviver com amigos e família etc.

Esse conjunto de aspectos precisa estar em equilíbrio para que evitar crises depressivas com o passar dos anos. Assim, o idoso consegue aproveitar sua fase de vida sem passar por problemas emocionais.

Como identificar a depressão do idoso

Identificar depressão na terceira idade é mais complicado uma vez que ela se parece com sintomas comuns desse período. Alguns dos fatores são: cansaço, preguiça e alterações de humor que ocorrem normalmente nessa fase.

É essencial diagnosticar e tratar esse distúrbio logo no início. Com o avanço do mal outros problemas podem surgir como: Alzheimer, demência, sedentarismo, isolamento social e falta de vontade para fazer até ações básicas como as rotinas de higiene.

Porém, a depressão é uma doença com sintomas persistentes. Não se trata apenas de uma irritação passageira ou vontade de ficar sozinho. Veja quais são os sinais de que o idoso está desenvolvendo essa dificuldade:

  1. Estar desanimado durante a grande parte do dia;
  2. Falta de interesse ou prazer em atividades que sempre gostou;
  3. Insônia ou excesso de sono;
  4. Mudanças repentinas no apetite, ganhando ou perdendo muito peso;
  5. Agitação ou atividades cognitivas mais lentas;
  6. Perda de energia e fadiga constante;
  7. Sentimentos negativos, como a sensação de inutilidade;
  8. Comentários frequentes sobre morte e suicídio;
  9. Baixa capacidade de concentração;
  10. Sentimento exagerado de culpa.

Como evitar a depressão do idoso

Mesmo que a depressão possa ser tratada e medicada, a prevenção é sempre o melhor caminho. Então, para evitar a depressão do idoso é fundamental conservar uma vida plena e tranquila, veja como:

  • Manter contato com os familiares, amigos, grupos da terceira idade, grupos religiosos, etc.;
  • Praticar um hobby como: dança, violão, leitura, culinária, entre outros;
  • Utilizar suplementos naturais contra a depressão;
  • Fazer atividades físicas por, no mínimo, 150 minutos na semana;
  • Valorizar e incentivar as práticas que o idoso continua fazendo;
  • Ter atividades substitutas ao trabalho na aposentadoria, como voluntariado;
  • Visitar o médico regularmente para verificar o estado de saúde.

Seguindo essas medidas é possível evitar a depressão do idoso. O mais importante é colaborar para que ele ou ela sinta que está ativo e pode realizar muitas ações positivas mesmo com o passar dos anos.

Para evitar os problemas de depressão, insônia e estresse comuns na terceira idade uma grande dica é utilizar os suplementos naturais. Eles ajudam a estabilizar o humor e aumentar a sensação de bem-estar. Tudo isso sem causar dependência ou prejudicar o organismo. Conheça os suplementos naturais.

Fique Atualizado!

Redação

Sobre o autor

Saiba mais!

Comentários

0 Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: